Fornecimento de energia elétrica pode ocasionar queima de aparelho por surto de tensão

20 de fevereiro de 2018 - 3 minutes read
fornecimento de energia elétrica em fábrica de médio porte

Descargas elétricas que ocorrem no fornecimento de energia elétrica se transformam em perdas produtivas para as fábricas

Usinas e fábricas têm sofrido com a queima de aparelho por queda de energia proveniente da distribuição de energia elétrica, quando a distribuidora efetua religamentos. Isso se deve ao não desligamento da planta por esses consumidores energéticos quando ocorre a interrupção de energia.

surtos e transitórios de tensão

 

Por ocasião dos religamentos rápidos, são gerados surtos elétricos e transitórios de tensão na instalação do consumidor, conforme descrito a seguir:

1- As redes de distribuição de energia elétrica são impactadas por curtos-circuitos na ocorrência de uma descarga elétrica atmosférica. Para que sejam evitados problemas relacionados a tais ocorrências, as concessionárias possuem uma proteção nessas redes de modo a identificar os curtos-circuitos e se desligar durante alguns segundos, religando-se em seguida e restabelecendo a tensão. Na maioria das situações, este religamento obtém êxito, uma vez que os curtos são “fugitivos”, isto é, a isolação da rede se recupera.

equipamento eletroeletronico

2- Durante esta situação, a tensão que chega ao consumidor é interrompida e, normalmente, gera paralisação de seu processo produtivo. Muitos consumidores mantém o disjuntor de entrada ligado, de forma a evitar a falta de energia e retomar rapidamente a produção, mantendo a iluminação, etc.

3- Em muitos casos, estas manobras da distribuidora podem gerar inconvenientes internos na planta, especialmente surtos de tensão e, em decorrência disto, a queima dos equipamentos eletroeletrônicos, com custos de reparo consideráveis e perdas no processo produtivo.

Uma das sugestões da SENIOR é o desligamento do disjuntor de entrada, o qual é religado após decorrido o período de risco de sobretensões que possam levar a falhas em equipamentos.

Neste sentido, foi desenvolvido pela SENIOR um aparelho para queda de energia que atua como um sistema de mitigação de falhas, constituindo-se de um protetor de surto com os devidos componentes para desligar a planta e, em seguida, promover o seu religamento, dentro de condições adequadas da tensão da concessionária. Assim, eliminam-se as falhas dos equipamentos eletroeletrônicos, em função do fenômeno acima descrito.

É oportuno ressaltar que trata-se de uma responsabilidade das plantas industrias possuir elementos que garantam a sua integridade nas condições de religamentos rápidos e afundamentos tensão da rede. A aplicação do sistema proposto é uma medida de grande importância. Estes danos elétricos não estão sujeitos a ressarcimentos pela distribuidora, em especial, se o fornecimento for em média tensão.  

ENTRE EM CONTATO

 

Tags: , , ,